sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

O Plano

Sacramentos, Doutrina e o Santo Rosário; eis o que vai salvar a Igreja e o mundo. Todo o resto é acessório, que desvinculado destas três realidades perde o sentido.

Convém que sacramentos sejam celebrados da forma mais digna e solene possível. Que a Santa Missa no rito ''novo'' seja bem celebrada, e que a "reforma da reforma" litúrgica avance, paralelamente o rito antigo (Missa Tridentina) deve ser promovida, a ponto que esteja disponível para os fiéis em todas as dioceses do mundo. Jesus presente na Santíssima Eucaristia deve ser frequentemente adorado, os sacrários raramente ficarem sem ninguém. A comunhão na mão evitada, a comunhão na boca e de joelhos incentivada.

Os confessionários devem voltar e substituir as "salinhas de psicologia".

A doutrina deve ser pregada CLARAMENTE em todo o lugar sem bom mocismos ou politicamente corretos, quer agrade quer desagrade. E a coerência de vida buscada a todo o custo. Cristo deve reinar em nossos corações, em toda a nossa vida SEM RESERVA TÉCNICA, nenhum campo de nossa vida deve ficar nas trevas, tudo deve ser iluminado pela Divina Luz, TUDO: relacionamentos, vida cultural, negócios, hobbies, etc.

Os erros do mundo moderno corajosamente denunciados, os hereges e inimigos da Igreja combatidos

As catequeses cuidadosamente elaborados.

E o Santo Rosário rezado todos os dias, público e privadamente.

***

Coisa feita do jeito certo, sem alianças degeneradas com maçons, sem frescurites ecumênicas previsões astrológicas ou concessões "estratégicas" desonradas. Está aí o plano para "mudar o mundo", acessível a todo mundo do faxineiro ao presidente. 

É só, como diz o jargão moderno, "fazer sua parte" e implorarmos a Deus sua misericórdia.

Sem isso, podem eleger quem quiser, inventar as tecnisices mais mirabolantes, sem Deus nada irá para frente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário